Dias Noturnos

| Nenhum comentário · Comentar
Publicado pela primeira vez em 09/09/07

Quando a noite cai
Quando a Lua sobe
Quando as luzes se apagam
Quando todos dormem

Quando todos descansam
Quando os passarinhos não cantam
Quando os cães não latem
Sou eu quem acorda

Minha mente vagueia
Meus olhos se perdem
A Lua me guia
Minhas mãos escrevem

Quando tu dormes
Sou eu quem penso em ti
Sou eu quem lembro e escrevo de você
Sou eu quem te ama

Sou eu quem está mais perto de você
Sou eu quem estou mais longe
Meus pensamentos quase se fazem um sentido e quase te tocam
Seus pensamentos, porém, nem se lembram de mim

Talvez por eu Não estar em seu dia
Talvez por meus olhos não mais encontrarem os teus
Por minha boca não achar a tua
Por estarmos tão longe, mas tão perto

Porém basta somente olhares para o céu
E você verás que estou aí ao teu lado
Verás que sou eu quem canta canções,
Que te faz rir dormindo

Basta olhar para as estrelas
Infinitas espalhadas no infinito
Assim são as infinitas lembranças de ti
Que estão espalhadas pelo infinito amor que tenho-lhe

Se quiser provas, olhe para o céu!
Enquanto os pássaros e os cães descansam
Enquanto todos dormem, feche os olhos
E sentirás que te beijei
markinhos.com