Esvazio

| Nenhum comentário · Comentar

Aprendi muito com o sentido dessa pequena palavra. Tenho andado mais perto do Espírito Santo de Deus por conta disso. Já ouvi sua voz bem de perto.

E pensar que a alguns anos atrás eu não tinha alguma prova de sua real existência. Eu chegava a duvidar da existência dEle. Pensava realmente nisso, achando que meus pensamentos eram soberanos. Concedia a eles razão, concedia verdade. Sem mensionar nenhum filósofo, sábio, a não ser o meu próprio ser. Eu. “Eu estava certo.” Afinal, eu louvava a Deus, fazia sua obra mas Ele nunca falava comigo! Mesmo já tendo sentido tua presença, eu cheguei a duvidar.

Eu achava que Deus tinha a obrigação de falar comigo por eu ser servo. Mas eu não conseguia enxergar que isso me afastava mais ainda dEle.

Esvaziar.

Demorei para entender algo tão simples: o servo sou eu, e não Ele. Ele continuará sendo Deus sem mim. Já do contrário…

Essa simples mensagem brotou no meu coração de uma forma muito grande nos últimos meses. Hoje eu entendo que Ele não falava comigo porque eu NÃO BUSCAVA. Eu não orava, não pedia, não clamava, não chorava, me contia na presença dele, me importava com os olhos carnais de quem estava na minha volta, me importava com o meu corpo na frente dos outros, com os pensamentos alheios. E jamais me preocupava com os pensamentos de Deus, com o que ele estaria pensando de mim.

Me esvaziei.

Hoje não mais vivo eu, e Cristo, aos poucos, está entrando em minha vida. E mesmo eu não sendo cheio do Espírito Santo, já há mudanças mais do que perseptíveis das de alguns anos atrás.

E a atitude de me esvaziar teve as provas que necessitava de antes. O agir de Deus depende de nós. Aceitá-lo de alma e de corpo. Aceitá-lo em nossas vidas sem medir consequências, sem impor limites. Pois ele, incrivelmente, já nos acieta. A partir disso, então, Ele se revela, conforme acha prudente, uma vez que conhece os limites que a nossa carne e o nosso pessoal têm. Ele sabe o tempo exato em que deve agir. Precisamos aprender a confiar nEle.

Depois de me esvaziar, reconhecer que não sou nada, depositar nEle minha confiança, chorar e ao mesmo tempo clamar, pude contemplar.

Sinceramente não é fácil vencer a si mesmo, mas não é algo impossível de se fazer. Acredite, por experiência própria, se esvaziar VALE A PENA.

Salmos 30.5: “Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã. ”

markinhos.com