Sinta

| Nenhum comentário · Comentar
(publicado pela primeira vez em 02.12.2008)
Ouça as vozes do teu coração
Mesmo que ele não possa falar
Feche os olhos, escute e então sinta,
E descubrirás o que é amar

Sinta a frequência do pulsar
Sinta o compasso das batidas
Feche os olhos, se cale e então sinta,
E descubrirás o que é o amor

Sinta o sangue que corre pelo corpo
Deixando-o todo quente
Feche os olhos, os lábios e então sinta,
E descubrirás o amor de sua vida

E mesmo que não tenha nome
Nem forma, fôrma, etnia
E se você sentiu e descubriu
Sabe que essa utopia existe

Então...

Ouça a única voz ao teu redor
Mesmo que ela não te diga nada
Olhe, escute e então sinta
E saberás o que é amar

Decifre o timbre desta voz
Sinta a sua tonalidade
Olhe, apenas observe e então sinta
E saberás o que é o amor

Observe o corpo junto ao teu
E veja como ela te deixa quente
Feche os olhos, use os lábios e então sinta
E descubrirás que a utopia estava sempre ao teu lado

E que agora já tem nome e forma
Pois você sentiu e descobriu
Você ouviu, fechou os olhos e então sentiu
E escutou as palavras do coração, não ditas

E amou...
markinhos.com